DOUTORCIÊNCIA

ADVERTORIAL

ADVERTORIAL

Dicas para manter a saúde no verão

Dicas simples que vão te ajudar a aproveitar ao máximo o verão e manter sua saúde em dia

Por Arthur Matos em 25/12/20

Cuide da saúde no verão.

1. Evitar o sol entre as 12h e 16h

Embora não seja possível evitar completamente o sol, o mais importante é evitar a exposição durante as horas de maior calor, isto é, entre o meio dia e às 16 horas. Neste horário, os raios solares são mais fortes e, por isso, além de existir um risco maior de queimaduras solares, a temperatura do corpo pode aumentar rapidamente e levar à insolação, em que o corpo perde água e sais minerais, podendo levar à desidratação grave.

Durante este horário, mesmo que não se esteja deitado no sol, é essencial passar protetor solar a cada 3 horas, usar chapéu e colocar óculos de sol, além de beber bastante água durante o período.

2. Manter o corpo ativo

Manter o corpo ativo é fundamental para manter seu organismo funcionando corretamente e eliminar toxinas que prejudicam o seu funcionamento. Assim, durante o verão é recomendado que as atividades sejam feitas no início da manhã ou no fim da tarde, pois o sol não está tão quente e, assim, não há tanta exposição solar. Além disso, sempre que possível é recomendado fazer em locais com sombra.

3. Usar roupas de algodão e cor clara

O uso de roupas leves de cor clara ajudam a pele a eliminar o excesso de calor do organismo através do suor. Dessa forma, é preferível optar por camisetas leves, shorts e vestidos de verão. Um ponto importante que devemos ressaltar é sobre evitar roupas mais escuras, pois elas absorvem mais calor.

Além disso, é aconselhável preferir roupas de material natural, como algodão ou linho, ao invés dos tecidos sintéticos, como poliéster ou lycra, já que deixam a pele respirar mais facilmente, evitando o aumento exagerado da temperatura corporal e, consequentemente, a insolação.

4. Beber pelo menos 2 litros de água

Apesar o consumo de água ser importante todos os dias, independentemente da época do ano, no verão a água é indispensável. Isso porque devido ao calor típico do verão, o corpo perde água mais facilmente, o que pode prejudicar o funcionamento correto do organismo e resultar em desidratação.

Os alimentos ricos em água também têm poucas calorias e são excelentes opções para quem quer emagrecer e desintoxicar o organismo.

Por isso, é importante que seja consumido pelo menos 2 litros de água ou alimentos que possuem uma grande quantidade em sua composição. 

Os alimentos ricos em água são aqueles que possuem em sua composição mais de 70g de água, e alguns exemplos podem ser:

PUBLICIDADE

5. Evitar refeições pesadas

Refeições muito grandes, com alimentos picantes ou com outros ingredientes que dificultam a digestão, como os embutidos, por exemplo, provocam um excesso de trabalho pelo estômago, além de também aumentarem o calor, o que pode trazer risco para a saúde.

Dessa forma, deve-se optar por comer refeições mais leves, e com alimentos que ajudam na digestão, como vegetais, frutas e massas, por exemplo.

6. Manter o ambiente arejado

É importante que o ambiente tenha uma boa circulação de ar, evitando fique quente e abafado. Para manter o ambiente bem ventilado pode-se deixar as janelas abertas ou fazer uso de ventilador ou ar condicionado, no entanto no caso do ar condicionado é importante que a manutenção seja feita de forma regular para evitar o acúmulo de ácaro e poeira e a proliferação de outros microrganismos, o que também pode ser prejudicial para a saúde.

Sinais que podem indicar problemas com o calor

A insolação é uma das principais complicações da exposição excessiva ao calor. Para saber se se está com uma insolação é importante estar atento aos sintomas:

  • Febre e pele vermelha, sem suor;
  • Pulso rápido e dor de cabeça;
  • Respiração ofegante;
  • Tonturas e confusão mental.

Nesse caso é recomendado tentar refrescar o corpo o quanto antes, tomando uma água ou suco fresco, lavando as mãos, os pulsos e a nuca com água fresquinha e ficando na frente de um ventilador, por exemplo.

Mas se os sintomas não aliviarem é melhor ir ao médico para uma avaliação mais precisa e seguir com as recomendações. 

Políticas de Privacidade – Termos de Uso – CNPJ: 30.793.893/0001-30 

2021 © Blog Doutor Ciência. Todos os direitos reservados